quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Um mês depois

outra extracção. Ontem extraí o siso.
Foi preciso coragem para me sentar naquela cadeira outra vez, apesar de saber que estou em boas mãos. Espero ter cortado realmente o mal pela raíz.
Fui cosida por isso há menos hipóteses de infectar e parei de ter sangue na boca mais cedo.
Quando finalmente cheguei a casa e tive oportunidade tomei um analgésico e fiz gelo. Com o calor que está senti-me febril, mas talvez não fosse febre, talvez fosse mesmo do calor. Fiquei mole e sonolenta com os medicamentos. Tentei não dormir logo.
Dormi um pouco.
Comi uma sopa, bebi leite, comi um gelado.
Dormi.
Acordei com aquela conhecida sensação de ter sido esmurrada.

Dentro de mim rezo para me curar depressa e de vez.

Hoje é mais um dia de cão.
Há nuvens no céu e um vento estranho.
Gostava de não ter vindo trabalhar, mas no fundo sei que até estou melhor aqui que em casa.

Preciso de terminar depressa o trabalho da escola.
Preciso de tirar as fotos para revelar no sábado.
Preciso muito de não estar doente.
Preciso de viver.

Etiquetas:

2 Comentários:

Blogger Cecília disse...

Oi Mónica!
Desejo que você tenha realmente ficado boa do dente para poder aproveitar melhor os bons momentos da vida.
Bjs

7 de setembro de 2010 às 19:15  
Blogger Mónica disse...

Obrigada Cecília! Felizmente já me sinto melhor, sim. Graças a Deus, já não era sem tempo!...
:)

7 de setembro de 2010 às 22:42  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial