terça-feira, 26 de abril de 2011

O sistema nacional de saúde é uma merda.

Mas isso toda a gente já sabe.
O que eu ainda não sabia era que os médicos de familia E os delegados de saúde se RECUSAM a emitir atestados médicos para a habilitação de conduzir veículos.
Ou seja: há dois anos que ninguém me atende no centro de saúde ora porque a minha médica de familia está de baixa médica e não há ninguém para a substituir; ou porque não adere à "consulta do dia", uma forma de os doentes urgentes serem atendidos sem entupirem as salas de espera das urgências; ou porque se calhar é uma pobre coitada que está cheia de trabalho e quem está doente tem mais direitos que eu, quer trabalhe (E DESCONTE) ou não.
E eu não sou de falar só por falar, já fiz uma reclamação lá no livrinho do centro de saúde.
A minha"exposição" foi analisada, e depois da análise veio o veredito.Lamentam muito. Posso sempre mudar de médico. Lamentam muito. E esperam (de braços cruzados) que a situação se resolva.
Ahhhhhh! Que interessante! Não sei qual o motivo de orgulho do pós 25 de Abril. Parece que há quem se sinta feliz por poder falar livremente.
Eu preferia falar menos mas ser ouvida de vez em quando para variar. É que hoje em dia por muito que se fale ou reclame, de nada serve.
O que é certo é que agora tenho de marcar uma consulta no privado para que ele me faça um exame rápido de 10 ou 15 minutos, a despachar e me preencha um papel!
Coisa que eu podia ter gratuitamente, e à qual tenho DIREITO, porque desconto todos os meses 11% do meu salário. Enfim, hoje estou mesmo irritada.

Etiquetas:

2 Comentários:

Blogger Leonardo disse...

Oi, eu gostei muito do seu blog. E sobre as coisas que você escreve e a forma que você escreve. Vou te acompanhar daqui pra frente. Espero que você escreva mais. Vou tentar ler todos os posts passados viu.

28 de abril de 2011 às 03:58  
Blogger Clube Monte Alegre disse...

Mónica, concordo inteiramente com a tua opinião. De facto há muito que fazer pelo nosso país. Atitude cívica é mostrar o descontentamento (utilizando tb o livro de reclamações e outros instrumentos) e tentar dar o nosso melhor contributo para a construcção de uma sociedade mais justa. Podemos pouco mas esse pouco é imprescindível!
Beijinho Isabel

28 de abril de 2011 às 09:25  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial