terça-feira, 15 de junho de 2010

...continuação...

neste momento passa da meia noite, já lá vão dois antibióticos, muito anti-inlamatório, e mais 4 analgésicos. Nesta fase a sua duração é de cerca de 1h, por muitos que tome. Ou melhor, o máximo de tempo que consegui estar sem dores foi de uma hora. Tava tão "pedrada" que adormeci essa hora e voltei a acordar com dores. Até o dentispray já usei (várias vezes) e poucos minutos dura, sendo que a minha lingua já parece um pedaço de cortiça. Começo a ficar mal-disposta e com dores de barriga de tantos medicamentos e o pior é que PARA NADA!!!!!!!!!
Apetece-me gritar, rebolar, chorar, e talvez voar pela varanda mas temo que não dê resultado algum.
Bem, se saltasse da varanda talvez minimizasse a dor... teria tantas dores noutros sítios que estas podiam ser o mal menor. E se morresse não teria mesmo dores nenhumas.
Este poderia ser o diário de um louco, mas espero (e rezo sem muita fé) para que dentro de algumas horas já me sinta melhor.
Não posso me deitar porque ainda me sinto pior.
Devia me deitar porque tenho de trabalhar amanhã.
E tenho mesmo de ir porque sou responsável pelo novo colega que só vai estar uma ou duas semanas para substituir o outro que está de férias.
Volto a dizer: só me apetece fugir, só não sei para onde.

Etiquetas:

0 Comentários:

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial