quarta-feira, 16 de junho de 2010

Uma gatinha muito especial

Encontrei uma gatinha bebé na rua, ontem á noite. Miava muito, escondida debaixo de um carro.
Trouxémo-la para casa mesmo sabendo que o nosso Vivaldi não iria tolerar outro animal cá em casa.
Não podiamos deixá-la na rua sozinha á noite. Veio para casa, tirei-lhe as ervas do pêlo, dei-lhe leite (com água) e ração do Vivaldi. Ao fim de umas horas levei-a á caixinha de areia e ela faz xixi.
A meio da noite, pelas 4h30, como todos os bebés acordou-me com fome e vontade de ir á casa de banho!

Nota importante: ontem já não tinha tantas dores e já ía poder dormir a noite toda como uma pessoa normal, mas deitei-me mais tarde porque ela não sossegava, só queria mimos, acordei por causa dela a meio da noite e de manhã tive de me levantar uma hora mais cedo porque na escola da Jé fez-se o turno duplo da manhã  que tem como entrada uma hora mais cedo que o habitual. Portanto no domingo passado dormi até ao meio dia mas essas horas a mais já precisam de ser recuperadas ainda a semana nem vai a meio... ai ai.

De manhã a bebé comeu e fez xixi, á hora de almoço comeu, fez xixi e cocó, á noite idem idem, aspas aspas... a bebé tem um buraco negro, uma espécie de vórtice na barriguita!
Para dizer a verdade até nem come muito mas como é muito pequena e come muito rapidamente como se não houvesse amanhã, até parece que come muito mas não.

Pede colinho e miminhos e tem um miado tão doce...
Como ainda é bebé tem aqueles olhitos grandes caracteristicos dos bebés e a boca e nariz cor-de-rosa partem o coração de qualquer um. Não tinha feridas nem carraças, é completamente perfeitinha.

Mas como já disse não a posso ter porque o Vivaldi não consegue relacionar-se com outros animais.
Mia, bufa, e recusa-se a descer do sótão desde ontem. Tenho receio que ele fique tão deprimido que tente o suicidio :)))

Quero fazer o apelo a alguém que me esteja a ler e tenha um grande coração cheio de amor para dar... e um espacinho para receber o carinho todo que esta bebé tem guardado para dar a alguém muito especial.
Se alguém a quiser e seja da zona centro e sul, podemos fazer os possíveis para ir entregá-la. Se não podemos encontrar-nos a meio caminho quem sabe? Aceitam-se sugestões. Quem quiser divulgar também pode. Ela ainda é bebé, adapta-se bem a qualquer pessoa, é muito meiga e asseada... pensem com carinho, sim? Fica o cartaz para quem quiser ajudar na divulgação. Obrigada.

Etiquetas:

4 Comentários:

Blogger Dalila disse...

Oi filhota,como sabes tenho muita pena dela mas tambem não posso mesmo ficar com ela,mas é muito fofa!muitos beijinhos mim ama muito muito á ti.

16 de junho de 2010 às 23:17  
Blogger Mónica disse...

Pois, sei que é dificil, especialmente porque hoje em dia muita gente não passa quase tempo nenhum em casa, como tu mãe.
Há-de haver alguém que a queira, ainda tenho esperança.
(eu mesma gostava muito mas o J. não quer mais gatos em casa, o Vivaldi acho que se adaptava com o tempo, hoje veio cheirá-la e "tomar conta" dela...)

17 de junho de 2010 às 11:28  
Blogger Cecília disse...

Olá Mónica!

Admiro seu carinho e boa ação. Se o oceano não nos separasse, certamente, eu ficaria com ela. Mas estou torcendo para que encontre um lar com muito carinho. Ela é muito fofa!!!

18 de junho de 2010 às 03:57  
Blogger Mónica disse...

Olá Cecilia. O problema é que eu gostava de ficar com ela, o meu gato já se está a adaptar a ela e tudo, mas lá em casa há opiniões contrárias...

18 de junho de 2010 às 11:39  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial